terça-feira, 19 de outubro de 2010

BB e Petrobras patrocinam revista da CUT pró-Dilma

Proibida de circular pela Justiça Eleitoral através do Ministro Joelson Dias pelo conteúdo favorável à campanha de Dilma Rousseff (PT), a edição deste mês da "Revista do Brasil", vinculada à CUT (Central Única do Trabalhador), teve anúncios pagos por Petrobras e Banco do Brasil.

O texto do Ministro do TSE é o seguinte:  "No caso específico dos autos, a representante noticia e traz elementos que demonstram a divulgação, por entidade sindical, ou criada por sindicatos, de mensagens de conteúdo aparentemente eleitoral, em publicações que distribuem e também em seus sítios na Internet, o que, ao menos em tese, configuraria violação ao inciso VI do art. 24 da Lei nº 9.504/97"


A estatal e o banco confirmam que são anunciantes da revista, mas se recusaram a informar o valor repassado.

A circulação da revista teve tiragem de 360 mil exemplares mensais. O engraçado é que ninguém invadiu a gráfica nem a Polícia Federal tomou atitude nenhuma a tempo.

O responsável pela publicação, Paulo Salvador, disse, porém, que todas as revistas já foram distribuídas.
O entendimento do ministro é que a publicação faz defesa aberta da candidatura de Dilma. Pela Lei Eleitoral, sindicatos não podem contribuir direta ou indiretamente com campanhas políticas.

Fontes:
http://is.gd/g7VGm
http://is.gd/g7VJe
http://is.gd/g7VKA

Um comentário:

terezamedina disse...

"Existe uma passagem bíblica que reflete a polêmica atual: Jeremias 1:5 nos diz que Deus nos conhece antes de nos formar no útero. Ou seja, pequenos inocentes já tem vida. Peço encarecidamente que assista o vídeo abaixo, compreenda a palava dos Líderes Religiosos e também a necessitade de escolhermos bem os nossos líderes no governo. Caso não seja incômodo, ajude na divulgação.

www.youtube.com/watch?v=ZMo_Sk6ald0

Fique com Deus e que a Nossa Senhora Aparecida nos guie neste caminho.
"